domingo, 1 de dezembro de 2013





Chegaste finalmente com a promessa de um ano novo a estrear, sê rápido e feliz por favor...
Por aqui preciso!






Já dizia a outra, que por esta altura do ano passado punha um País a falar de uma mala, que 2013 podia ser ano de sorte ou azar, não podia estar mais certa.
Apesar de ter tido a maior sorte de sempre, o resto do ano, foi só inesquecível e não no bom sentido!
Por isso venham de lá as passas, o champanhe e meia noite de 31 para começarmos um novo ano!


Sem comentários:

Enviar um comentário