quinta-feira, 19 de setembro de 2013

It's Your Problem... Not Mine... I Think... I Hope...





Estou a enlouquecer e isto não vai ser bonito... Nada bonito!




"Ano Novo, Vida Nova" é aquela frase cliché que todos os anos, um atrás do outro é repetida, na noite que achamos deixar para trás tudo o que nos martirizou... Mas de que serve um Ano Novo se nós somos os mesmos, se as pessoas que nos fazem mal continuam à nossa volta, se a coragem continua a faltar, se continuamos a acreditar nas mesmas tretas e principalmente se continuamos a estar presos nas expectativas dos outros, em vez de investirmos nos nossos sonhos?
Eu sou o maior exemplo do cliché dessa frase, desde os 20, que eu acredito piamente ser a pior altura da vida de qualquer ser humano, ou pelo menos, da minha, (confesso que desde que fiz 20 anos, e estou a menos de dois meses de fazer 24, a minha vida deu uma volta demasiadamente grande, a pressão, as expectativas, a vontade de fazer o que é certo, os olhares de quem temos a nossa volta fixados em nós, fazem de mim uma miúda à beira de um ataque de nervos), pois todos os anos, quando chega aquela mítica contagem decrescente, encho-me de esperança, acredito e fixo toda a minha fé que dias melhores e sem tantos acidentes estão no fim das passas e champagne, mas o que é certo é que não estão... E dei por mim a desejar novamente essa contagem decrescente como forma de começar do zero, mas que zero? Onde deixo a bagagem, as malas de 23 anos? Quem me apaga as dúvidas? Quem me guarda as inseguranças do futuro que o meu País me teima em negar?
Hoje sou uma blogger triste e este Up Above The World, mostra-me assim sem esforço, sem querer continuar uma luta inglória para deixar toda a gente contente, quando nem eu o estou... Quero a mudança que o Poeta promete, porque se "o Mundo é composto de mudança" onde está a minha?



3 comentários:

  1. Revejo-me um pouco no que disseste, tenho 25 anos e também desde os 20/21 que sinto essa pressão, do fazer o que está correcto, do "tem que ser tem muita força" enfim.. e todos os anos tb lá vou eu contando as passas e pedindo os doze desejos que nem sempre se realizam

    ResponderEliminar
  2. Quando menos esperamos acontecem coisas boas, e so estarmos de braços abertos :) e claro manter sempre a esperança, em relação ao fazer o que e melhor, se achas que e o melhor e se te sentes bem, não desistas, luta pelos teus sonhos e vais ver tudo a compor :) Beijinho

    ResponderEliminar