segunda-feira, 1 de abril de 2013

Catch Her If You Can!



Quem segue o blog desde o seu nascimento, saberá que este é um espaço de apoio e divulgação de novos talentos, porque devemos fazer crescer o que é português, e não deixar que o talento seja consagrado por "mãos alheias", neste caso países alheios, para começarmos a consumir Portugal, não precisamos, ou não deveríamos precisar que nos dissessem que temos criadores fashion foward, para começarmos a olhar para eles!
Este é o caso da Ana Lebasi, uma jovem criadora, que, conseguiu apaixonar-me pelos seu trabalhos inacreditáveis, por isso, pedi-lhe um bocadinho do seu tempo e trouxe-a ao Up Above The World!

Up Above The World - Ana, em primeiro lugar muito obrigada por me teres dado este privilégio. Sou apaixonada pelos teus trabalhos. Conta-nos onde te inspiraste.


Ana Lebasi - Como fiz judo desde que era pequena, cresci atenta ao movimento do corpo humano e ao tipo de necessidades ergonómicas que este exige.
Os meus designs têm sempre a presença de malhas, já que estas são as que mais acompanham a forma do corpo, e mais facilmente se modelam, transformando-se quase numa segunda pele.

UATW - A sessão de apresentação das peças está um estrondo. Que impacto pretendes ter no público?

A.L - As imagens são interpretações de paisagens ou elementos arquitectónicos que transformei, através da depuração, em pecas que possam ser usadas no dia a dia de várias formas diferentes. Cada uma tem uma versatilidade própria.

UATW - E planos para o futuro?

A.L - Para já, comecei o meu Master, em Menswear, na London College of Fashion, e depois pretendo estagiar, antes de me lançar numa marca própria.


Meninas, esqueçam "O Diabo Veste Prada", porque ele, e nós, daqui para a frente, só vamos querer Ana Lebasi, que pode ser encontrada através de e-mail ana.lebasi04@gmail.com, ou na página do facebook  http://www.facebook.com/pages/Ana-Lebasi-Design/484609604894869.
Não deixem passar a oportunidade de ter uma peça exclusiva, irreverente, e absolutamente maravilhosa!











Sem comentários:

Enviar um comentário